Sou dessas

Fui comprar algumas besteiras e passei a maior parte do tempo atracada com um desinfetante (foi a primeira coisa que peguei). Depois fiquei conversando com o pessoal do mercadinho ou atrás da minha irmã. Ok, chegamos em casa, vou limpar a sujeirinha da paçoca, e... Cadê o desinfetante? Só Deus sabe. Já é a segunda vez que isso me acontece. Da outra vez foi uma caixa de ovos mas em seguida liguei pro local e guardaram para que eu pegasse outro dia. Dessa vez não tenho mais cara pra isso. Sei que as pessoas não ligam e nem lembram... Mas eu lembro! Tenho 24 anos e vivo esquecendo tudo, isso é ridículo! Inclusive ontem tinham umas senhoras na sala de espera da acupuntura falando sobre o quanto estão esquecidas e não me fizeram nenhuma inveja. Eu tô pior, acredite. É ridículo! Como uma pessoa que não faz nada, não tem nada na cabeça, ainda esquece a única coisa útil do dia? (Do ano até. Só pra se ter uma noção do quanto sou inútil) Enfim... Estou de saco cheio. E cheguei à conclusão que a minha vida com depressao é como quando você está em um local desconfortável, que você não queria estar ali...  O tempo inteiro! É um desconforto que não passa. Mas o meu desconforto é dor, medo, desespero. E eu só preciso acabar com tudo isso. A medicina até agora não conseguiu chegar muito perto. Minha esperança ainda está em Deus (que eu nem tenho certeza se existe). Mas pra Ele não existe impossível. Eu também queria entender porque e para que tanto sofrimento. Tenho tudo perfeito na medida do possível (familia, saúde física, etc) mas não tenho vontade de viver. É como se em mim tivesse um filtro que vê tudo cinza. Ou como se pra mim a vida já tivesse acabado. Mas eu nem nasci direito ainda, me falta procriar (não quero!! Falo disso depois), e aí sim morrer. Sinto como se tivessem trocado de corpo minha avó de 85 anos. Ela já fez a parte dela: casou, teve filhos, trabalhou, se aposentou, casou de novo, viajou, fez tudo que lhe pôde e tá esperando a sua hora. E nada de cara de enterro! Ela odeia ser idosa e é a pessoa mais vaidosa que conheço. Se pudesse estaria em todas! Ao contrário de mim que vivo esperando a morte chegar em cima da minha cama que já tem um lado fundo dos meus 65kg. Ela tem todo o desejo de viver e alma jovem dentro dela. Que inveja! É, eu tenho inveja de quem tem saúde mental. Muita! E eu sei que é um pecado viver reclamando tendo saúde e estabilidade. E isso me faz me odiar mais ainda por chorar e me lamentar tendo tanta gente sofrendo "de verdade", ou doente querendo só mais um dia de vida (falo disso depois também). Eu só ia falar do desinfetante...

Amanhã vou ao 9544768º psiquiatra, mais uma vez. Só pra constar

Com tecnologia do Blogger.

Blogger templates

Blogger news